NOÇÕES BÁSICAS DE EXTINTORES

22-11-2010 17:59

Extintores de Incêndio - Noções Básicas !!!

 

extintoresO extintor de incêndio é uma necessidade em qualquer casa ou escritório. Embora exista uma grande possibilidade dele ficar na parede durante anos acumulando poeira, também pode acabar salvando a vida de alguém. Neste artigo, veremos exatamente o que fazem e como funcionam os extintores de incêndio. Também iremos aprender o que pode causar um o incêndio, o jeito certo de usar um extintor e  que tipo funciona melhor em cada caso. O que é um incêndio? O fogo é o resultado de uma reação química de combustão, normalmente uma reação entre o oxigênio presente na atmosfera e algum tipo de combustível, madeira ou gasolina, por exemplo. É claro que a madeira e a gasolina não pegam fogo espontaneamente só por estarem cercadas por oxigênio. Para que haja a reação de combustão, o combustível precisa ser aquecido até sua temperatura de ignição. Segue, como exemplo, a seqüência de acontecimentos em um incêndio de madeiras: • algo esquenta muito a madeira, podendo ser: luz focada, fricção, outro ...

objeto que já esteja pegando fogo etc;• quando a madeira atinge, aproximadamente, 260°C, o calor decompõe parte da celulose que forma a madeira;

• o material decomposto é liberado na forma de gases voláteis, normalmente um composto de hidrogênio, carbono e oxigênio;

• quando o gás está quente o suficiente, as moléculas compostas se quebram e os átomos se unem novamente com o oxigênio para formar água, dióxido de carbono e outros produtos;

• os gases, que se propagam pelo ar, formam a chama. Os átomos de carbono que estão na chama emitem luz quando ficam quentes. Veja Como funcionam as lâmpadas para saber por que os objetos emitem luz quando são aquecidos;

• o calor da chama mantém o combustível em sua temperatura de ignição, então continua a pegar fogo enquanto houver combustível e oxigênio.

Como você pode ver, existem três elementos essenciais envolvidos neste processo:
 
• calor excessivo
 
• oxigênio

• combustível

Os extintores de incêndio são desenvolvidos para retirar ao menos um destes elementos, para que o fogo seja apagado.

Dentro de um extintor de incêndio
 
Vimos que existem três elementos essenciais envolvidos no processo de produção do fogo: calor, oxigênio e combustível. Para acabar com um incêndio, é preciso retirar completamente um destes três elementos.
 
• O melhor jeito para acabar com o calor é jogando água no fogo, pois isto resfria o combustível a uma temperatura abaixo do seu ponto de ignição, interrompendo o ciclo de combustão.

• Para retirar o oxigênio,  pode-se abafar o fogo, para que ele não fique exposto ao ar. Um jeito de abafar um pequeno incêndio é cobrindo-o com um cobertor pesado. Outro jeito é jogar material não inflamável no fogo, como areia ou bicarbonato de sódio.

• Retirar o combustível é o jeito mais difícil de acabar com a maioria dos incêndios. Em alguns casos ( madeira de uma casa, por exemplo) o combustível só será retirado quando o fogo o tiver queimado por inteiro.
Os extintores de incêndio são cilindros de metal que contém um agente extintor (água, espuma, pó químico ou dióxido de carbono - CO2. Quando você pressiona a alavanca da parte superior do cilindro, o material é expelido com grande pressão, parecida com a pressão utilizada em uma  lata de aerosol. O diagrama abaixo mostra um projeto simples.

 

 

extintor

 

 

Neste extintor, o sifão de tubo plástico vai da parte superior do reservatório do eliminador de fogo para a parte superior do extintor. Uma válvula com molas bloqueia a passagem do sifão para o bocal. Na parte superior do cilindro tem um cilindro menor, cheio de um gás comprimido: dióxido de carbono líquido, por exemplo. Uma válvula impede que o gás comprimido escape.

 

 

extin2

 

 

A National Fire Protection Association (Associação Nacional de Proteção contra Incêndios) recomenda que os extintores de pó químico sejam inspecionados a cada seis anos, mesmo se o manômetro estiver indicando que a pressão está correta

Para usar o extintor, você retira o pino de segurança e pressiona a alavanca de operação. A alavanca empurra a haste de ativação, que pressiona a válvula de molas para baixo, para abrir a passagem até o bocal. A parte inferior da haste de ativação tem um ponto afiado, que fura a válvula de liberação do cilindro.

 

 

extin3

 

 

O pino de segurança de metal evita que a alavanca de operação
se feche acidentalmente.

 

 

extin4

 

 

A alavanca de operação pressiona a haste de ativação
(peça azul)

O gás comprimido sai, fazendo pressão para baixo no material eliminador de incêndios, o que conduz o material para o sifão e para fora do bocal com uma força considerável. O jeito adequado de se usar o extintor é mirá-lo diretamente no combustível, em vez de mirar nas chamas.

 

 

Tipos de extintores

A água é o material mais conhecido para apagar incêndios e é um dos mais eficazes, mas pode ser perigosa quando usada em uma situação errada. Um extintor de água consegue apagar o fogo em materiais como madeira, papel ou papelão, mas não funciona em incêndios elétricos ou naqueles que envolvam líquidos inflamáveis (em inglês) . No caso de um incêndio elétrico, a água pode conduzir a corrente, o que pode causar eletrocução. A água só irá espalhar um líquido inflamável, o que irá piorar o incêndio.

Outro material popular que elimina fogo é o dióxido de carbono puro. Num extintor de dióxido de carbono, este material é mantido sob pressão, em forma líquida, dentro do cilindro. Quando o container é aberto, o dióxido de carbono se expande para formar um gás. Este gás é mais pesado do que o oxigênio, então ele elimina o oxigênio que está ao redor do combustível em chamas. Este tipo de extintor  é comum em restaurantes porque não contamina os equipamentos da cozinha nem a comida.

Outro material utilizado para eliminar é a espuma ou pó químico, normalmente feita de bicarbonato de sódio, bicarbonato de potássio, quase idêntico ao bicarbonato de sódio ou fosfato monoammonium. O bicarbonato de sódio começa a decompor em 70°C e, quando se decompõe, libera o dióxido de carbono, que, junto do isolamento da espuma, serve para abafar o incêndio.

A maioria dos extintores tem uma pequena quantidade de material eliminador de incêndio: você pode gastar tudo em questão de segundos. Por isso, os extintores só são eficazes em incêndios relativamente pequenos, que podem se facilmente contidos. Para apagar um grande incêndio, é necessário um equipamento muito maior: um carro de bombeiros, por exemplo, e os profissionais que sabem usá-lo. Mas para apagar as chamas que podem aparecer na sua casa, o extintor de incêndios é um salva-vidas inestimável.


Classificação dos extintores

Os extintores de incêndio são classificados pelo tipo de incêndio que conseguem apagar.

Classe A - conseguem apagar incêndios de "combustíveis comuns" como madeira, plástico ou papel. Extintores de água ou espuma

 

estinagua

ÁGUA

 

 

extinespuma

ESPUMA

 

 

extinco2

CO2

 

 

Classe B - conseguem apagar líquidos inflamáveis como gasolina ou graxa. Também se usa o extintor de espuma, pó comum, também chamado pó BC, ou dióxido de carbono, também chamado gás carbônico ou CO2

 

CO2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Classe C - conseguem apagar incêndios elétricos. Extintores de pó e CO2

Os extintores que forem marcados com A, B e C conseguem apagar todos os tipos.

Classe D -  projetados para apagar metais que estejam pegando fogo, são raros.
 
Verifique as letras e figuras do seu extintor para saber o que ele consegue fazer.


Os extintores multiuso ou ABC são extintores que podem ser usados que qualquer desses tipos de incêndio, pois extinguem princípios de incêndios em materiais sólidos, em líquidos inflamáveis, e gases. Tamtem controlam incêndios em que haja a presença de corrente elétrica, sem transmiti-la, não gerando risco ao operador. Exemplo desses estintores:

 

 

extinmulti

 

 

extin5

 

 

Validade da carga dos extintores

A “carga” dos extintores possui validade conforme especificado pelo fabricante ou recarregador, não existindo, em Normas, um prazo específico. Tanto os fabricantes, quanto as empresas que efetuam recargas, apõe ao aparelho um selo, com data de validade da “garantia” dos serviços, conforme abaixo, em que a “garantia” do recarregador é válida até maio de 2007.

 

 

recarga

 

 

Contatos

Focolondrina

focolondrina@hotmail.com

Av: Do Sol nº.541 Jd do Sol - Londrina-PR

(43) 9 9903.6667

Procurar no site

Notícias

03-05-2016 17:02

PREVENÇÃO UMA PRIORIDADE PARA SEGURANÇA DA POPULAÇÃO

14/01/2016       No dia 27 de janeiro próximo, fará 3 anos que 242 jovens morreram no incêndio da Boate Kiss, na verdade eles foram vítimas da falta de informação de como se proteger em um incêndio, acredito que se eles tivessem tido o mínimo de informação teriam se...

noticia

Esta seção está vazia.

 


 

 

 

 

 

 

 Aliança em benefício da vida

Foto: Focolondrina

    Quando se fala em segurança para sua família, não pode ter divergência política ou partidária, porque a família é muito mais importante que tudo.

    Não devemos nunca deixar que oportunista se aproxime ou manipule um líder comunitário para promover a discórdia em beneficio de si mesmo.

    A FECAMPAR (Federação das Entidades Comunitárias e Associações de Moradores do Paraná), conseguiu pela primeira vez no Paraná, organizar aquilo que parecia impossível, juntar políticos sindicalistas e empresários, todos com o mesmo objetivo, levar ate o Governo uma renvidicação que há décadas passavam despercebidas, a prevenção de incêndio e o controle de pânico nas Escolas do Paraná, com essa integração conseguimos sensibilizar o nosso Governo e o nosso objetivo  esta sendo alcançado.

    Agora esperamos que as administrações Municipais  tenham a mesma consciência e procure estar também  integrada com o Governo  Estadual e Federal  e não mais promover  a desgraça  de muitos em beneficio de poucos.

     Precisamos que o projeto brigada escolar seja estendido para todas as Escolas Municipais e que o pesadelo de Uruguaiana e Santa Maria sirva de lição para todos nós, tornando a integração o melhor caminho para termos uma sociedade justa e igualitária.

    Esta aliança não será usada para beneficiar estes ou aqueles grupos políticos, ela foi organizada para provar para o Paraná que o Governo e o Povo devem estar integrados com o mesmo objetivo. Salvar vidas.

    A FECAMPAR regional Londrina agradece publicamente a toda equipe da Organização Comunitária Focolondrina, aos Vereadores, Péricles Deliberador, Marcos Belinati, Roberto Fu, Wilson Bitencortt, ao Deputado Estadual Belinati, ao Presidente da Nova Central dos Trabalhadores do Paraná Denílson Pestana da Costa, ao Dr. Marcelo Belinati, ao Presidente da Câmara de Vereadores de Cambe Eliseu Vidotti, ao Deputado Federal Luiz Carlos Hauly, ao Presidente do PSDC de Londrina Bruno Ubiratã, ao Presidente do PSDC Estadual Luiz Adão, ao Empresário Luciano Pizzato, SINTRAMICA, SENALBA Londrina, SECRASO NP, Sindicato dos Vigilantes de Londrina e região, Cooper Fire Extintores, Ulisses Sabino, também ao   Presidente  do SINDISERV   Marcelo Urbaneja, Eder Pimenta, Presidente da FEMOCLAM  Nilson Pereira,  Geonisio Marinho, Valdenir Dielly Dias, aos   gabinetes  dos  Vereadores  Péricles, Wilson Bitencort,  Roberto Fu, Marcos Belinati,  Jurandir Rosa  Diretor do Jornal A SEGURANÇA METROPOLITANA  de Londrina, Carlos Zapata do Jornal voz de Ibaiti, ao  amigo Messias Lima, Lineu Tomass, Carioca, também aos   Assessores  do Deputado Belinati,  Baixinho, Aguilera, em Especial ao Ratinho Junior,  Ministério Público, ao   Governo do  Paraná Beto  Richa e tenho a certeza que  seus  apoios  foram de grande importância na formação e  organização no  projeto da aliança de integração Comunitária  do Paraná.

    A FECAMPAR Regional Londrina em nome do povo do Paraná, agradece a todos e que Deus Abençoe a cada um por estar ajudando de alguma forma buscar mais segurança para nossa família.

           Celso Melchiades

    Vice Presidente Fecampar

 

 

 

Será que um dia poderemos ter realmente algum direito?

 
19-02-2013 13:22

2011-04-16 10:33

 

 

     Sonho! Nos vivemos de sonho e esperança ,os movimentos populares lutam para que os sonhos se torne realidade e  os direitos de cada cidadãos sejam respeitados.

   Sempre foi este o verdadeiro papel das associações de moradores, mas a partir do momento que o líder da entidade se mostrava competente e determinado na defesa dos direitos de sua comunidade. 

    Imediatamente aguçava a cobiça de mercenários, que procura sempre calar a boca de líderes comunitários a qualquer preço e assim fazer com que as reivindicações daquela comunidade deixassem de existir.

    Londrina sempre será o berço dos movimentos populares do Paraná, muitos partidos cuja sua ideologia era defender e lutar pelos menos favorecidos.

     Essa história começou em Londrina, mas infelizmente foi se perdendo, por que os partidos políticos no papel era uma coisa, na prática era outra.

      Isso esta se repetindo nas associações de moradores, entidades que na prática é formada para representar e defender a sua comunidade.

       O que esta acontecendo em Londrina?

     As entidades foram formadas, mas só tem a representatividade no papel, esta com a boca calada e defendendo políticos que não tem compromisso com a comunidade, precisamos que estas entidades realmente exerçam a sua responsabilidade, lutar e defender os direitos dos cidadãos e cumprir o seu estatuto.

       A partir do momento que os presidentes respeitam o seu estatuto a sua comunidade passa a ter suas reivindicações respeitadas.

       Infelizmente o que esta acontecendo é que o presidente negocia através da sua credibilidade favores pessoais.

      Por estar sempre acontecendo isso tomamos a iniciativa de não mais articular com presidentes de associações de moradores em Londrina.

      Não que temos algo contra eles, na verdade respeitamos e muito, mas infelizmente não podemos confiar em todos os presidentes e trazer para dentro do movimento.

       Nossa organização respeita e sempre defenderá os Presidentes de associações de moradores sérios, vamos também dar prioridade em defender os direitos de nossos irmãos de luta, não somos mercenários, somos  Organizadores  Comunitários da Força Comunitária de Londrina.

Celso Melchiades

 

 

  

© 2010 Todos os direitos reservados.

Crie o seu site grátisWebnode